“Desmascarados” no Santander: Sindicato de Jundiaí recebe denúncias sobre falta de EPIs na pandemia

Funcionários são obrigados a comprar máscaras, mas fornecimento é responsabilidade do banco Em meio a pandemia do coronavírus (Covid-19), com mais de 300 mil óbitos e mais de 12 milhões de infectados no Brasil, o Santander segue na contramão dos demais bancos e não fornece máscaras para seus funcionários. O banco se nega a cumprir

Representantes dos funcionários debatem pautas de saúde com o Santander

Banco respondeu questões sobre a emissão de CAT, atestados médicos, exame de retorno, autonomia do médico de trabalho e vacinação contra a gripe (H1N1) Em reunião realizada na segunda-feira (5) com a Comissão de Organização dos Empregados do Santander (COE) o Santander apresentou respostas para uma série de reivindicações na área da saúde apresentadas previamente

Santander anuncia medidas para a pandemia

Banco também informa que pagará o décimo terceiro salário integral em 30 de abril O Banco Santander informou nesta quarta-feira (24) algumas alterações no trabalho em cidades que decretaram o feriadão a partir desta sexta-feira (26) para reduzir o contágio da Covid-19 19. As medidas foram anunciadas após cobrança do movimento sindical, em especial da

Sindicato consegue liminar para impedir que Santander convoque bancários ao trabalho presencial

Banco desrespeita decreto municipal em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, e Justiça impede trabalho presencial Nesta quarta-feira (24), a Justiça do Trabalho acatou os argumentos da assessoria jurídica do Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região e concedeu liminar para que o Santander não convoque os bancários para o trabalho presencial, entre

Após cobranças dos sindicatos, Santander anuncia novas medidas na pandemia

Banco informou que reduzirá número de funcionários trabalhando presencialmente; fechará temporariamente algumas agências e atendimento ao público será só até 14h; anunciou ainda a antecipação do 13º. Sindicato concorda com medidas, mas vai continuar cobrando fim das demissões e redução das metas Após constantes cobranças do movimento sindical bancário, o Santander anunciou, nesta quarta-feira 24,

NOTA DE REPÚDIO – BANCO SANTADER

São Paulo, 11 de fevereiro de 2021. O Banco Santander (Brasil) S/A iniciou uma campanha agressiva de perseguição política a parte dos seus funcionários (dirigentes sindicais, cipeiros e funcionários com estabilidade previdenciária). No final de 2020, o banco modificou unilateralmente o contrato de trabalho de mais de 40 trabalhadores em todo o Brasil que detinham